10 melhores vinhos chilenos até 100 reais a garrafa!

Vinhos chilenos para todos os gostos e bolsos.

Por Ana Szevcynski
Atualizado em 29-01-2020

Os chilenos produzem ótimos vinhos, a variedade é tão grande que pode ser difícil escolher qual garrafa abrir primeiro.

Este conteúdo faz parte de uma série:

Para te ajudar a conhecer esse universo dos chilenos, preparamos essa lista com os 10 melhores vinhos chilenos custo x benefício!

E já aproveita pra entender um pouquinho mais sobre a história, produção e regiões de cultivos dos vinhos chilenos, que já somam 500 anos na América do Sul.

Bora!

Os vinhos chilenos

Os vinhos chilenos são famosos no mundo todo

Se você gosta ou conheça alguém que gosta de vinhos, com certeza já ouviu elogios sobre os vinhos chilenos. E não é para menos!

A fama deles reflete nos rankings do mundo dos vinhos, onde o Chile encabeça a lista dos principais produtores e exportadores do mundo.

Um dos fatores que permite o sucesso é a variedade da produção vinícola, com diferentes castas obtidas através da colonização europeia.

As primeiras plantações tomaram forma lá século XVI, com a chegada dos colonizadores espanhóis e suas sementes de uvas.

No século XIX, já com uma ampla produção de qualidade, o cultivo de algumas sementes de uvas francesas também iniciou.

Depois disso, muita história aconteceu, mas as vinícolas do Chile resistiram. Ainda bem!

Principais uvas e regiões de produção do Chile

Variedade de uvas e regiões de cultivo do Chile

A produção dos vinhos chilenos deu tão certo porque o clima do país é muito benéfico, além de seguro, para o desenvolvimento das mais diversas castas de uvas.

Muitas vinícolas do país estão próximas às margens da Cordilheira dos Andes e do Oceano Pacífico, ricos agentes naturais que influenciam as produções de variadas formas.

O resultado disso é um país bastante dedicado ao cultivo, com vinícolas espalhadas por praticamente todo o território chileno e uma grande variedades de uvas.

Regiões produtoras de vinho chileno

São 10 os principais locais de produção, vários com características climáticas bem distintas que influenciam de forma única suas uvas e vinhos.

A principal é o Vale Central, que reúne outros quatro vales em seus limites territoriais: Maipo, Rapel, Curicó e Maule.

Além disso, existem as regiões e vales de Aconcágua, Chachapoal, Colchagua, Casablanca, Limari e San Antonio.

Uvas produzidas no Chile

A variedades de uvas cultivadas para produção dos vinhos chilenos é bastante grande.

A principal uva produzida no Chile é a famosa Cabernet Sauvignon. Além dela, as Sauvignon Blanc e Carmérère também são extensamente cultivadas, pois são castas de boa adaptação ao clima médio chileno, com uma estação fria intensa no inverno.

Também são produzidas no país as uvas Chardonnay, Syrah, Pinot Noir e Merlot.

O Chile é um país com grande variação de latitude (distância do Equador) no seu território, o que gera diferentes micro-climas. Mesmo vinhos da mesma uva assumem características bem diferentes dependendo do local de cultivo.

A diversidade de estilos é uma das características fortes dos vinhos chilenos.

Principais características dos vinhos chilenos

Vinhos chilenos podem ser bem variados

Mesmo que a classificação dos vinhos chilenos seja difícil, eles são conhecidos por algumas quesitos em comum.

Quando se pensa em vinhos chilenos, as características mais associadas são as de um um vinho frutado, concentrado e estruturado.

Apesar disso, variam muito de estilos!

Pode ser mais elegantes, como os franceses, ou com características mais flexíveis, quando são mais encorpados, frutados e amadeirados.

Melhores vinhos chilenos até 100 reais a garrafa

Ufa!

Agora que você já conhece um pouco sobre os vinhos produzidos no Chile, bora conferir uma lista com os melhores rótulos custo-benefício.

Vinhos chilenos até R$40

Para quem procura boas opções custo x benefício. Vamos a eles!

10. Vinho Tinto Concha y Toro Reservado Cabernet Sauvignon 2018

Concha y Toro Reservado Cabernet Sauvignon

Características: paladar equilibrado, final longo
Variedade das uvas: Cabernet Sauvignon
Teor alcoólico: 13%
Origem: Vale Central
Temperatura ideal para beber: 16ºC

Este meio seco foi produzido pela vinícola Concha y Toro, a maior produtora de vinhos do Chile e a principal da América Latina.

É amadeirado, frutado e fácil de beber. Harmoniza bem com carneles vermelhas, carnes de caça e massas com molhos vermelhos.vermelhos.

9. Vinho Tinto Casillero del Diablo Reserva Cabernet Sauvignon 2017

Casillero Del Diablo Reserva Cabernet Sauvignon 2017

Características: paladar seco, final longo
Variedade das uvas: Cabernet Sauvignon
Teor alcoólico: 13.5%
Origem: Vale Central
Temperatura ideal para beber: 16ºC

Um Cabernet Sauvignon dos mais acessíveis e com classificação prata no International Wine Challenge 2018!

Apresenta aroma com notas de cereja, passas e ameixas pretas. Em boca tem uma estrutura firme, com final de boca longo.

Pode ser harmonizado com carnes vermelhas e pratos condimentados.

8. Vinho Tinto Santa Carolina Reservado Cabernet Sauvignon

Santa Carolina Reservado Cabernet Sauvignon

Características: paladar seco, final equilibrado
Variedade das uvas: Cabernet Sauvignon
Teor alcoólico: 13%
Origem: Vale Central
Temperatura ideal para beber: 16ºC

A vinícola Santa Carolina, fundada em 1875, é uma das mais tradicionais do Chile e já foi eleita a melhor do mundo pela Wine Enthusiast.

Esse é um dos rótulos mais clássicos da marca, com um ótimo custo-benefício. Apresenta aroma de frutas vermelhas e negras, toque de baunilha e chocolate.

Harmoniza bem com pratos mais rústicos, como churrasco, frango e costela assada e bife à milanesa, além de queijos pouco encorpados.

7. Vinho Tinto Secreto Eterno Carménère 2018

Secreto Eterno Carmenère 2018

Características: paladar agradável
Variedade das uvas: Carménère, Mission
Teor alcoólico: 12%  
Origem: Vale Central
Temperatura ideal para beber: 15ºC

Este Tinto Demi-Sec é produzido pela vinícola San Pedro com duas das uvas mais conhecidas na região, a Carménère (85%) e a Mission (15%).

Apresenta aromas de amora, cereja, especiarias picantes e vegetal.  Em boca possui bom corpo, com acidez agradável e notas de tosta.

É uma boa pedida pra beber sozinho ou harmonizar com receitas mais caseiras, como filé com fritas, lasanha de queijo e presunto e carne de panela com legumes.

Vinhos chilenos de R$40 a R$60

Vinhos com um preço intermediário e ótima qualidade.

6. Vinho Tinto Pointer by Undurraga Reserva Carménère 2017

Pointer Reserva Undurraga Carmerère 2017

Características: paladar agradável
Variedade das uvas: Carménère
Teor alcoólico: 13%
Origem: Vale Central
Temperatura ideal para beber: 15ºC

Mais um Carménère produzido no Vale Central! Foi produzido pela conceituada vinícola Undurraga.

Este tinto seco possui um excelente custo-benefício, com de aromas e frutas vermelhas, vegetal, notas de pimenta-do-reino e leve amadeirado.

Em boca é fácil de beber, com acidez agradável e leve amadeirado. Harmoniza com fraldinha assada, mix de queijos e frios e caçarola de legumes.

5. Vinho Tinto Orgânico Emiliana Carménère

Emiliana Carmenérè 2015

Características: paladar equilibrado, final longo
Variedade das uvas: Carménère, Syrah, Merlot
Teor alcoólico: 13.9%
Origem: Vale de Colchagua
Temperatura ideal para beber: 16ºC

Este Carménère é produzido pela vinícola Emiliana, a maior produtora de vinhos orgânicos do Chile!

Apresenta aroma de frutas vermelhas, como cerejas e toques de especiarias, como pimenta negra. O sabor é equilibrado, com boa acidez e final longo e delicado.

Combina com carnes vermelhas grelhadas, carnes brancas, caça e massas  acompanhadas por queijos maduros.

4. Vinho Branco Mancura Etnia Moscato

Mancura Etnia Moscato

Características: paladar equilibrado e levemente frutado
Variedade das uvas: Moscatel
Teor alcoólico: 12%
Origem: Vale Central
Temperatura ideal para beber: 8ºC

Um vinho branco e leve, produzido pela vinícola Mancura.

É fácil de beber e bem aromático, com destaque para flores, pera, pêssego e notas de mel. Em boca é adocicado, com presença de pêssego, damasco e tangerina.

Harmonize muito bem com queijos moles e salada de fruta com sorvete.

Vinhos chilenos de R$60 a R$100

Para quem procura vinhos premium.  

3. Vinho Branco Canepa Reserva Famiglia Chardonnay 2017

Canepa Reserva Famiglia

Características: paladar frutado
Variedade das uvas: Chardonnay
Teor alcoólico: 13.5%
Origem: Vale Central
Temperatura ideal para beber: 8ºC

Este branco seco tem um histórico de qualidade reconhecida, menções honrosas e medalhas de prata pela Mundus Vini e bronze pela International Wine Challenge em 2014.

Apresenta aroma de frutas amarelas, cítricas e baunilha. Em boca é frutado, leve e com acidez agradável.

Pode ser degustado sozinho ou com frutos do mar, queijos e carnes brancas com molhos cremosos.

2. Vinho Rosé Vivendo Reserve Calyptra 2018

Calyptra Vivendo Reserve Rosé

Características: paladar jovem e frutado
Variedade das uvas: Syrah
Teor alcoólico: 14%
Origem: Alto Cachapoal
Temperatura ideal para beber: 9ºC

Este rosé seco é produzido pela vinícola boutique Calyptra.

Apresenta aromas de morango, cereja, framboesa e floral. Em boca é frutado, jovem, leve e com acidez presente.

Pode ser bebido sozinho ou harmonizado com sushi, sashimi, torta de frango e quiche de legumes.

1. Vinho Tinto La Joya Gran Reserva Merlot

La Joya Gran Reserva Merlot

Características: paladar equilibrado, final persistente
Variedade das uvas: merlot
Teor alcoólico: 13.5%
Origem: Vale de Colchagua
Temperatura ideal para beber: 17ºC

Produzido pela vinícola familiar Bisquertt e foi elogiado pelo International Wine Challenge em 2017 e ganhou a medalha de bronze no International Wine & Spirit Competition.

Possui aroma de frutas negras maduras, toques de especiarias, baunilha e tostados. Em boca segue o sabor frutas, com corpo médio final persistente.

Harmoniza com receitas à base de carne vermelha e branca, com batatas rústicas, massas com molho vermelho encorpado ou queijos de média maturação.


Última dica: na hora de comprar seus vinhos chilenos, dá uma busca na Zaply para descobrir onde encontrar o melhor preço!