Dicas da Zaply em Cervejas

As Melhores Cervejas Importadas para comprar no Brasil

Uma seleção das cervejas importadas que se pode comprar pela internet e receber em casa no Brasil.

Este conteúdo faz parte de uma série:

Se você de vez em quando se da ao luxo de consumir o melhor, então segue lendo que vamos te mostrar algumas das melhores cervejas importadas do mundo pra você experimentar quando o bolso estiver inspirado.

Uma lista com as melhores cervejas importadas que valem a pena experimentar.

Isso mesmo. É só coisa boa.

Nada de cerveja de boteco que você encontra em qualquer esquina.

Vamos a elas!

1. Brooklin IPA

Cerveja Brooklin IPA

É quase 20 paus da long neck!

Não é cerveja pra você comprar de balde pra animar o esquenta da balada, mas quem já tomou a Brooklin IPA confirma: vale cada centavo.

Uma IPA made in America.

2. Delirium Nocturnum

Delirium Nocturnum

Não é só o nome que é um "delírio".

A quase 100 reais uma garrafa 750ml, a Delirium Nocturnum é uma das cervejas mais caras que você pode comprar sem entrar numa taberna escura de colecionador.

Ah, tem uma variante em garrafinha long neck 330ml também.

3. Cerveja Tcheca Bernard Celebration

cerveja tcheca Bernard Celebration

Desde o seu lançamento, em 1995, a Bernard Celebration é considerada por muitos tchecos a melhor cerveja especial da República Tcheca.

O sabor e o aroma são delicados.

Ela passa por processo de microfiltragem, que substitui a pasteurização, e por refermentação na garrafa.

4. Duvel

cerveja belga Duvel

A cerveja belga Duvel é um clássico pra quem está iniciando na degustação e quer saber o sabor original da cerveja belga.

Estilo Belgian Golden Strong Ale, ela junta a aparência clara de uma Lager com a robustez e complexidade de uma Ale.

5. La Trappe Tripel

La Trappe Tripel

Uma holandesa trapista clássica.

Pra fazer aquele grau com os parceiros de churrasco.

Primeiro lugar no Dutch Beer Challenge 2019, categoria Blond Tripel.

6. Cerveja Hertog Jan Grand Prestige

Hertog Jan Grand Prestige

A Cerveja Hertog Jan Grand Prestige é uma Belgian Dark Strong Ale holandesa, conhecida como o “vinho da cevada”.

Encorpada, de cor escura e sabor doce-amargo, é uma cerveja de alta fermentação, com espuma cremosa, notas de caramelo e 10% de teor alcoólico.

Campeã Nacional com Medalha de Ouro no Estilo Barley Wine na WBA 2017.

7. Cerveja belga Chimay Blue

Chimay Blue

A Chimay é a cerveja trapista mais famosa do mundo.

A Chimay Bleu é uma cerveja do estilo Quadruppel.

De sabor adocicado e corpo denso, sustenta um teor alcoólico de 9%.

Perfeita para acompanhar queijos verdes e azuis, carne de porco e de caça.

É considerada uma "cerveja de guarda", adquirindo complexidade ao longo do tempo.

8. Orval

Orval Trappist Ale

A Orval é conhecida por ser, digamos, a cerveja "Kinder ovo": você sempre tem uma surpresa quando abre.

Graças a uma fermentação complexa, que termina somente na garrafa e vai amadurecendo com o tempo, cada degustação da Orval é uma nova experiência.

Após a primeira fermentação convencional, feita em tanques abertos, a cerveja passa pelo processo de dry hopping, e termina com uma re-fermentação na garrafa, feita pela levedura selvagem de origem belga, a Brettanomyces.

A Orval é também uma cerveja trapista (sim, feita por monges, daqueles que vestem robes marrons como nos filmes da idade média)!

9. Vedett IPA

Vedett IPA

A cerveja Vedett Extra Ordinary IPA é uma India Pale Ale de versão sazonal.

Esta cerveja também passa pelo processo de dry hopping com uma re-fermentação na garrafa, mas com um resultado totalmente diferente da Orval que falamos acima: a Vedett é leve, frutada.

10. Cerveja Alemã HOFBRÄU MUNCHEN

Hofbräu Munchen Original

A cervejaria Hofbräu pertence à prefeitura de Munique e, nos seus mais de 400 anos de existência, sempre foi a cerveja oficial da Corte Real Bávara.

Ela também possui, no coração de Munique, a maior choperia do mundo – o Hofbräuhaus – que recebe 1,2 milhões de visitantes por ano e onde são servidos aproximadamente 5.000 litros de chope por dia (bota chope nisso)!

Refrescante, levemente amarga e picante, a cerveja "HB" traz em si a verdadeira atmosfera de Munique, a capital mundial da cerveja.

Uma típica lager com toques de malte, também conhecida como "Light Münchner Bier".

11. Cerveja Inglesa Guinness

cerveja Guiness Draught

Guinness é a cerveja Stout mais consumida no mundo.

10 milhões de Pints (um "Pint" equivale a meio litro de cerveja) de Guinness são vendidas todos os dias no mundo.

Com quase 300 anos de história, a cerveja Guinness é produzida com a mesma composição desde sempre: malte irlandês, água de Dublin, lúpulo e levedura.

12. Cerveja Belga Maredsous 6

Maredsous 6 Blonde

A Maredsous é uma cervejaria de abadia fundada em 1872 e que produz suas cervejas em um antigo mosteiro Beneditino na Bélgica.

A Maredsous Blonde, apelidada de Maredsous 6 por causa do teor alcoólico, é uma clássica blonde belga.

13. Cerveja Belga La Chouffe

La Chouffle

A cerveja La Chouffe é uma cerveja importada belga, considerada uma das melhores Golden Ale do mundo.

A "cerveja do duende" tem uma aparência dourada e é conhecida pela sua espuma branca e cremosa.

14. Cerveja Dinamarquesa Faxe IPA

cerveja dinamarquesa Faxe IPA

A Faxe IPA é uma cerveja fabricada na Dinamarca.

Leva na receita o lúpulo Mosaic e apresenta nos aromas e sabores notas de frutas cítricas e tropicais com toques apimentados.

14. Cerveja República Tcheca CZECHVAR Budvar

Czechvar Budvar

Uma ceva polêmica, é o mínimo que dá pra dizer da Czechvar.

Ela é a "Bud" da República Tcheca.

Aqui no Brasil chamamos de Czechvar Budvar, mas lá na República Tcheca, seu país de origem, eles a chamam de "Budweiser"!

Sim, o mesmo nome da cerveja americana! Esses gringos também...não dá pra simplesmente chamar cada uma de um nome diferente?!


E aí? Bora provar uma dessas boas aí?