Quem compra pela internet com frequência em algum momento já se deparou com alguma oferta que parecia boa demais para ser verdade. Um preço muito mais baixo do que a concorrência. Um site que parecia ter sido feito do dia para a noite. Ou um vendedor que exigia, para finalizar o pedido, uma transferência do valor do produto direto para sua conta pessoal.

Fraudes e golpes infelizmente são uma realidade, e no mundo online não é diferente.

Os esquemas de fraude se tornam cada vez mais criativos, o que gera ainda mais dificuldade para a gente saber filtrar o que é fraude e o que não é.

Mas não se preocupe.

Tomando as atitudes corretas, você consegue se proteger e evitar fraudes e golpes pela internet.

Preparamos 10 dicas rápidas que vão te ajudar a manter o "desconfiômetro" ligado nas suas compras online!

Vamos a elas!

N.1 – Pesquise a reputação do site

Antes de realizar qualquer compra pela internet, pesquise a reputação do site vendedor.

Esta é a medida mais fácil para identificar sites inseguros ou potencialmente vulneráveis, e fornecedores que não oferecem uma boa experiência de compra.

Há duas formas fáceis de consultar a reputação de um e-commerce:

O selo E-Bit é um reconhecimento de sites seguros e confiáveis, que é gerado a partir da avaliação de consumidores.

Pelo site é possível consultar qual a avaliação dos diferentes sites.

E-Bit

O ReclameAqui é também uma fonte interessante para descobrir se a empresa possui problemas recorrentes no atendimento a seus clientes.

É possível consultar o histórico de reclamações feitas por pessoas reais e a resposta da loja para cada problema.

ReclameAqui

N.2 - Consulte o CNPJ do vendedor

Se o site não for de uma empresa já conhecida, consulte o CNPJ da empresa.

A Receita Federal possui um serviço gratuito de Consulta CNPJ que permite pesquisar se o CNPJ do e-commerce que consta no site é ativo.

A partir deste CNPJ, você descobre a Razão Social da empresa e pesquisando essa Razão Social no Google você descobre se ela está sofrendo algum processo judicial que tem origem em problemas de atendimento, produtos não entregues ou até fraudes.

N.3 – Priorize lojas conhecidas

Priorize sites de compras que também tenham lojas físicas, ou que já possuam um nome ou marca conhecida.

Tais empresas costumam oferecer um atendimento ao cliente mais estruturado e com mais agilidade de resposta para resolver eventuais problemas.

N.4 – Compare

Compare modelos e preços em sites concorrentes ou utilize sites comparadores.

Veja também: 13 sites Comparadores de Preço Que Você Precisa Conhecer.
Post do Blog - 13 Comparadores de Preço

Ao comparar preços, é importante tentar achar o melhor custo benefício, mas também é preciso entender que nem sempre o mais barato é a melhor opção.

N.5 - Desconfie de "ofertas imperdíveis"

Desconfie de preços muito baixos, principalmente se tiverem origem em sites de empresas desconhecidas, sem selo e-bit, e que tenham um visual "pouco profissional".

Uma das formas mais usadas em golpes em compras pela internet para atrair compradores é com preços muito abaixo da concorrência.

N.6 – Leia as Políticas de Devolução, Troca e Entrega

Antes de finalizar a compra, leia todas as regras e informações sobre o produto e sobre os processos de compra e venda da empresa.

É só dar uma olhadinha pelo site, para encontrar explicações específicas sobre as práticas de Política de Devolução, Trocas e Política de Entrega de cada site.

N.7 – Guarde os Comprovantes

Registre todo processo de compra através de prints e recibos.

É importante estar preparado, caso precise comprovar alguma coisa mais tarde.

Esta medida ajuda inclusive em caso de problemas comuns em que você precise solicitar a devolução e ressarcimento de suas compras.

N.8 – Cuidado redobrado em marketplaces

Em casos de sites marketplaces onde qualquer pessoa pode divulgar e vender um produto, redobre sua precaução, porque ali muitas vezes não há nenhuma empresa sendo representada, logo, as chances de fraude ou até produtos falsificados são maiores.

N.9 - Dados do cartão só em área segura do site

Nunca disponibilize os dados de seu cartão de crédito por mensagem, email, ou Whatsapp.

Procure utilizar sites com ambientes seguros, onde você adiciona os dados de seu cartão no site durante a finalização de seu pedido.

Sites de e-commerce bem estruturados possuem esta área do site criptografada, fazendo com que os dados que você digita sejam protegidos, para evitar roubo de dados.

N.10 - Evite pagamento via transferência

Evite pagar por compras online via depósito na conta bancária do vendedor.

Caso o vendedor sinalize que para comprar você precisa depositar na conta dele o valor do produto, desconfie.

Este é um procedimento muito comum usado em fraudes pela internet, pois é mais difícil recuperar seu dinheiro.

Ultima Dica!

O Compre & Confie é um aplicativo que também pode ajudar a comprar com segurança pela internet.

Compre e Confie

Cadastrando seu CPF neste app você recebe uma notificação toda vez que uma compra for realizada usando seus dados em diversos sites de e-commerce.

Compre e Confie - Como funciona

Com todas essas dicas, fica até fácil garantir segurança para suas compras pela internet.

Aí é só clicar e relaxar!