Se você quer reduzir suas despesas mensais e procura um guia prático, com uma lista passo-a-passo pra te ajudar nessa empreitada, então você está no lugar certo.

Vamos passar por uma fórmula de 6 passos para te ajudar a encontrar as maiores oportunidades para economizar e otimizar seu orçamento familiar.

Sem mais demora, vamos aos 6 passos!

1. Faça uma lista de seus gastos mensais

Aluguel. Luz. Água. Condomínio. Internet. Plano de celular. Alimentação básica. Supermercado. Restaurantes. Outros gastos de lazer. Carro. Uber. Ônibus.

Inclua tudo.

Pode ser numa planilha de Excel. Pode ser num guardanapo.

Não importa o formato.

O importante é ter a informação na mão!

2. Foque nos 3 maiores gastos do seu orçamento. Dá pra reduzir? Então faça isso primeiro

Você precisa de um ponto de partida e de nada adianta começar por onde é fácil cortar.

Foque nos 3 maiores gastos que consomem sua renda.

Isso vai gerar o maior impacto no seu orçamento no menor tempo.

O truque aqui é: procure formas de reduzir estes gastos, sem precisar mudar muito seu estilo de vida.

Gasta muito em restaurante? Então faça kits das suas refeições preferidas em casa, e já deixe pronto pra consumir.

O aluguel é um dos seus 3 maiores gastos? Você poderia se tornar o síndico do prédio, e reduzir o gasto com condomínio (e as vezes até ganhar um $ extra), sem precisar mudar de apartamento.

O supermercado tá no topo da lista? Também tem formas bacanas de você reduzir o gasto no supermercado sem deixar de comprar o que você gosta.

#3. Vá para os 3 próximos na ordem de maior gasto. Reduza estes

Se você fez o que pode nos 3 maiores gastos, mas ainda está com as contas apertadas, siga para os 3 seguintes.

A maior parte das pessoas encontra nos 6 maiores gastos a maior parte das oportunidades de economizar de forma eficiente.

#4. Cancele todos cartões de crédito

Se você leva a sério reduzir seus gastos, esse ponto é importante.

É simples assim: o maior gasto financeiro da família brasileira é o gasto com juros de cartão de crédito.

E o juro do cartão no Brasil é um dos juros mais altos do mundo. Chega a ser mais de 1.000% ao ano para alguns cartões! Sim mil porcento!

Uma dívida de R$ 1.000 no cartão pode virar R$ 11.000 no final do ano!

Use 1 cartão de débito, quando necessário.

"Ah e esses cartões gratuitos, sem anuidade, dá pra ter um desses?"

Se você se preocupa com seu bolso, é melhor evitar. Adivinha qual é a principal fonte de receita destes "cartões sem anuidade"?

Os juros do cartão!

Pra quem não abre mão de ter um cartão de crédito, para compras pela internet e demais facilidades, a dica é: deixe seu cartão em casa e use-o somente para estas compras eventuais.

#5. Use um "caixinha"

Separe o valor que você vai dedicar no mês para gastos de lazer como restaurantes, festas, beleza, etc.

Saque em dinheiro o valor inteiro do mês reservado pra isso. Guarde numa caixa, seu "caixinha" em casa.

Quando for gastar, tire do "caixinha" só o que precisa. Quando terminar o dinheiro, você para de gastar até o próximo mês.

Essa dica é muito bacana para pessoas que querem controlar seus gastos e evitar a compra por impulso.

Isso porque ela cria um efeito psicológico de "ver o caixinha secar", que não acontece quando você está gastando no cartão.

#6. Ligue pro seu banco e troque sua conta para uma conta gratuita

No Brasil há uma regra definida pelo Banco Central que obriga os bancos a fornecerem conta bancária gratuita para pessoas físicas!

Todos bancos têm isso: Bradesco, Caixa, Banco do Brasil, Santander, Itaú.

A sacada é: eles não são obrigados a divulgar nas agências esta conta gratuita, mas se você pedir, eles devem disponibilizar!

Consulta lá pra você mesmo ver: Resolução 3.919 do Banco Central do Brasil.

A conta de serviços essenciais te dá direito a:

  • 1 cartão de débito
  • acesso gratuito ao internet banking (pelo computador ou pelo aplicativo do banco)
  • 4 saques por mês
  • 2 transferências entre contas da mesma instituição por mês
  • 1 talão de cheques com 10 folhas por mês

Se eu já pago todo mês um pacote para manter minha conta no banco, dá pra trocar pra conta gratuita?

Dá sim! É só pedir na sua agência para trocar o pacote de sua conta para o pacote de "serviços essenciais gratuitos", conforme regulamentado pelo Banco Central.

Considerando que os bancos cobram hoje como pacotes de manutenção de conta, só com essa pequena iniciativa você pode economizar até 1.000 reais por ano!


. . .


E aí? Gostou das dicas?

Se você leva economizar seu orçamento a sério, então não deixa de conferir esses outros conteúdos que podem te ajudar a economizar ainda mais!

Como economizar até 50% nos gastos com supermercado

Os 13 melhores sites comparadores de preço do Brasil

Os 3 melhores apps para organizar sua lista de compras